Algumas Destas Doenças São Hereditárias 2

Algumas Destas Doenças São Hereditárias

O Cairn terrier é um dos terriers escoceses mais antigos originários das Terras Altas da Escócia. Reconhecido como um dos primeiros cães de serviço, que era utilizado pra caça e presa das tocas entre as cordilheiras. O Cairn se originou nas Terras Altas da Escócia e a Ilha de Skye, a princípio era agrupado como um tipo de “Terrier de Skye”, próximo ao Terrier Escocês e West Highland White Terrier.

No ano de 1900, as três raças começaram a ser construídas separadamente. Embora acredita-se que esse cão foi a apoio para criar as raças do Westie e o Scottie. A frase gaélica “cairn” alega-se às cavernas rochosas ou cordilheiras em que as raposas e texugos vivem em todo o campo.

O cão arremetía para nanico destes “montes” e latiu para avisar que tinha localizado o animal até que o caçador chegava. Chegou a tua popularidade pros anos 1920, no século passado, ele foi transferido para a caça de menores animais e de toca, como a raposa, o coelho ou a lontra. A tua classificação vem do século XVI, no momento em que foi empregado para salvar monumentos e impedir que eles entrassem em animais selvagens.

As características da raça atual são cuidadosamente modelados segundo a que tinha o teu antepassado, da ilha de Skye, do século XVII. Estes cães de patas curtas têm um esparso e largura rosto de estilo desgreñado. Seu espesso manto de cabelo é, geralmente, cor acinzentada, marrom claro ou areia, no entanto permitem-se todas as cores, com exceção do branco.

Comumente ativos, resistentes, em estado de alerta e alegres, são apreciados como animais de estimação, por causa de eles são relativamente fáceis de treinar e se adapta bem em casas pequenas ou apartamentos, visto que não requerem mais do que uma caminhada vigorosa por dia. Os Cairn terrier, como essa de a maioria dos terriers, adoram cavar buracos ou perseguir uma presa —real ou imaginária— visto que foram pensados para caçar roedores, esquilos e coelhos dentro de suas tocas. Geralmente são suaves e se adaptam bem às moças, sendo cães adequados para uma família.

  1. o Que que há a ter em conta, principalmente, pela hora de adotar um animal de estimação
  2. um Revisão médica veterinária
  3. Dietética na china
  4. Carece de fontes ou referências que apareçam em uma referência credenciada
  5. três Histórico Ambiental
  6. São Bernardo, Terrier Escocês
  7. sete Tratamento 7.1 Cirurgia
  8. Boa: bacana constrictor

Não costumam latir muito, contudo podem fazê-lo se cansar ou são deixados à sua sorte, com o que assim como podes tentar testar os limites ou se tornar destrutivos. Assim que o treinamento de obediência básica é preciso. Os mais queridos resultados são obtidos no momento em que se começa o treinamento —e a socialização— a partir de que são filhotes usando paciência, perseverança e estima.

A escovação regular e o exercício também são necessários pra mantê-lo estável e feliz. O AKC classificou o Cairn como uma raça de cão anti-alérgico, por causa de tira muito pouco cabelo, mas a todo o momento requer que você irá remover o pêlo morto de forma manual. Usar tesoura ou máquina de barbear eléctrica arruinarían a camada externa do cabelo, dessa forma que se usa a técnica conhecida como segmentação, que é a extração a mão e consiste em puxar o cabelo velho morto da raiz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima