Como Escolher Um Depósito Estruturado 2

Como Escolher Um Depósito Estruturado

Existe uma fórmula mágica pra obter uma rentabilidade superior à de um depósito usual, sem traço de perder o investimento? Fundos garantidos e depósitos estruturados chegam a competir em igualdade de condições na hora de frustrar as expectativas dos poupadores’, reconhece categórico Victor Alvargonzález, ceo da Profim, organização independente especializada em fundos de investimento e estruturados.

E perante a atual abundância de depósitos estruturados, consequência da intensa pesquisa de financiamento da banca, entre seus próprios compradores, existem numerosos fatores que o freguês não tem que perder de visão. De facto, este tipo de depósitos estão se resultando um complemento para a imposição, a período convencional, por causa de oferecem rentabilidades adicionais garantidos, superiores até mesmo à remuneração mais competitiva do depósito a tempo. Ademais, contam com ‘a perspectiva de obter rendimentos adicionais, em função da prosperidade dos subjacentes eleitos’, seja a Bolsa, as matérias-primas ou a inflação, conforme explicam no Banco Santander.

  1. Ronlaiver (discussão) 03:07 5 dez 2017 (UTC)
  2. 1 Catedral do Carmo
  3. 2 hispano-americana e espanhola
  4. Regular o escopo de serviço para manter um clima de certeza e motivação
  5. Possuir uma comunicação ampla com os compradores ou prospects
  6. Outro círculo são relações pessoais, como família e amigos
  7. 1926: Campeão do Campeonato Amador
  8. Oxford: Luis Vives, frei Pedro de Soto, Francisco Carvalhos

Domingo Rocha, responsável de recursos do Fundo, diz que ‘o comprador que aspire a uma rentabilidade adicional podes atingir entre 8% e 10% ao ano em um depósito estruturado e optar por este item em ambiente de uma monetário’. Desde O. incluem que os depósitos estruturados ‘permitem adquirir rendimentos muito acima da média, sem correr risco algum sobre o investimento, somente uma certa incerteza dos rendimentos’. Tudo vai precisar, como sinalizam no Barclays, ‘se a possibilidade de que o evento, que daria lugar a rentabilidade é suficientemente atraente’.

Um depósito vinculado à expansão da Telefónica no ano passado, teria beneficiado, sem dúvida, a alta de 38%, conseguida pela operadora. Ou melhor, a decisão é tomada em função de se ele tem ou não certeza em que as ações ou índice de ações, escolhido como fonte irão valorizar a montante e prazos estimados.

Embora hoje, e perante as contínuas turbulências bolsistas, as outras ofertas vinculam a sua rentabilidade pras subidas do subjacente, e bem como para as descidas. A imprecisão a respeito qual será a rentabilidade final é, em definitivo, a espada de 2 gumes, este item de poupança. Uma das variáveis fundamentais é saber como se calcula a revalorização do subjacente de referência. É manifestar, se a expectativa de remuneração por um determinado percentual do índice ou da ação de referência é calculado a respeito da média mensal ou sobre a valorização absoluta desde a data da contratação do vencimento.

Como explica Javier Antonio, diretor geral de poupança e investimento do ING Direct Portugal, “é preferível a rentabilidade total, ponto-a-ponto’. Em Profim bem como incidem a respeito da relevância de escolher um índice ou valor de referência com potencial de valorização. Na verdade, o aconselhamento em depósitos estruturados precisa ser o mesmo que na hora de contratar um fundo de investimento’, explicou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima