Dez Ferramentas Que Todo Blogueiro Deve Saber (III) - Weblog Magazine 2

Dez Ferramentas Que Todo Blogueiro Deve Saber (III) – Weblog Magazine

Este post é a terceira porção de uma série de artigos em que sugerimos ferramentas essenciais e relevantes se se dedica a conservar um website. Nas duas ocasiões anteriores, em que dedicamos Weblog Magazine a este assunto, você pode ler a respeito os recursos mais populares (dez ferramentas que todo blogueiro deve conhecer e dez ferramentas que todo blogueiro necessita saber (II)). Hoje eu recomendo outras 10, entre as que você encontrará bem como alguns muito populares e outras nem em tal grau, em consequência a sua recente aparição. O seu serviço como blogueiro não é destinado só a anunciar (nº essencial, entretanto).

Além do mais, é preciso preencher-se de algumas tarefas não menos primordiais, como o funcionamento (velocidade de carregamento das páginas, o consumo de recursos, etc.), acomodações, procura de imagens grátis e com licença que permita a tua livre distribuição… e diversas outras. Logo em seguida, a terceira entrega as ferramentas que todo blogueiro tem que saber. Começamos com uma das aplicações de produtividade mais famosos.

  • 4 Economia e comunidade
  • The Goal Inc
  • Javier Denso.Industry Manager Banking & App Specialist, Google Portugal
  • três Crítica de Klayman e Sempre

o Evernote permite armazenar e organizar anotações, imagens, documentos, arquivos de áudio e páginas internet, com a vantagem de sincronizar a informação em todos os dispositivos móveis. Existe uma versão premium, com mais prática e a probabilidade de que os usuários possam falar sobre este tema e colaborar entre si. Quem não conhece o Flickr?

porém, o incluímos aqui por causa de é um ótimo repositório de imagens com licença Creative Commons. O que implica a utilização de tuas fotos em seu web site, geralmente, não mais do que impor a autoria e poderíamos fazer com o mesmo tipo de licença. Não seria de mais, pra maior segurança, verifique que a imagem é original. Mas existem diversas mais possibilidades, utilizando o Flickr como um banco de imagens te auxílio a economizar o excessivo custo de outras soluções do estilo do ShutterStock, como por exemplo.

Canva é uma ferramenta de design gráfico pra nossos sites, com a que se consegue resultados espetaculares de alta qualidade. É muito acessível de utilizar e retém alguns projetos pré-acordados elegantes e de aspecto moderno. Como eu postei no Blogpocket, onde você verá um modelo de infográfico feito com esta aplicação, pros que nos somos especialistas em design gráfico, é de agradecer o ter Canva. E isto é devido à maneira muito rápida e simples de fazer imagens, gráficos e infográficos, uma coisa que é muito importante para trazer a atenção dos visitantes do seu website. Analisar o comportamento de teu site na velocidade de carregamento e consumo de recursos implica determinar estabelecidos valores.

E esses são vários e difíceis de entender, principalmente pra aqueles usuários sem conhecimentos técnicos. Por exemplo, são fatores importantes os pedidos que realizam tuas páginas pro servidor e o tempo de carregamento de páginas. Contudo, com ferramentas como o GTMetrix, obtemos uma análise ajeitado e arrumado, com um resumo conclusão, baseado em uma pontuação, que nos aponta o grau de otimização, que tem o nosso site. Incluímos nesta lista um serviço de hosting muito bom e muito atraente. Trata-Se de Digital Ocean, o que, por um preço de cinco dólares é possível ter um servidor dedicado, com a vantagem de escolher a localização física mais próxima como a distribuição Linux que você mais gosta.

Inclui a instalação do WordPress e de Ghost (o novo sistema de blogging que possivelmente irá competir lado a lado com aquele). Você vai achar um painel de controle muito descomplicado, entretanto bem como terá a probabilidade de operar rua ssh pra configurar e instalar cada software. Continuamos com ferramentas de otimização do teu web site. O Google Page Speed tem uma função parecido a CloudFlare. Depois irá em “Manage my account” e “Create project”. Na tabela de serviços do Google Apis busca “PageSpeed service” e clique no hiperlink que aparece ao lado “Request access”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima