O Fetiche Sexual Que Está Na Comida E Na Engordar O Foco Do Prazer 2

O Fetiche Sexual Que Está Na Comida E Na Engordar O Foco Do Prazer

Aplicativos que medem as calorias consumidas, dietas que prometem baixar tamanho em tempo recorde ou rotinas ‘fitness’ pensadas para moldar a silhueta não têm lugar em uma conduta sexual em que a magreza é desprovido de significado. A prática do ‘feederismo’ defende localizar o entusiasmo em consumir e engordar.

Talvez prontamente ver como uma pessoa come, sempre que o fazemos amparados na frieza da tela, seja o ‘voyeur’ com o de tentar aliviar o desgosto de fome a que nos submetemos voluntariamente (dificuldades do primeiro universo). Park Seo-yeon, conhecida como a Diva, é qualificado de jantar 30 ovos fritos, cinco pacotes de sopa e uma caixa de patas de caranguejo, acompanhada de bolinhos de carne.

Mas voltando ao ‘feederismo’, onde não há telas que se interpõem entre a comida e o sujeito. Esse fetiche sexual adiciona duas figuras: o “feeder’, encarregado de alimentar o seu parceiro, e o ‘feedee’, alimentado com a função de ficar mais gordo sem limites. Curiosamente, o ‘feederismo’ costuma nascer em pessoas magras, que acreditam que tua maneira física limita a tua vida sexual.

No site ‘Fantasy Feeder’, um usuário explica a tua situação. Daí nasce o termo ‘bloating’ (distensão abdominal), que se costuma obter através da ingestão maciça de líquido ou comida. Um vídeo no YouTube mostra uma guria contando a tua história pessoal. “Há 2 anos eu conheci um cara na rede.

  • Desenvolvimento de instrumentos de política
  • Formação na especialidade escolhida
  • Objectivos de content curation (para o que é feito): Alma Robertsem
  • Medir o que as pessoas estão segundo a filosofia de seus conteúdos e de tua página
  • PORTUGAL As cores, de vermelho

Eu adorei a experiência e passado um tempo, comecei a ter tripita. Ele me ensinou diferentes web sites a respeito ‘feederismo’ e eu comecei a apreciar as silhuetas grandes. Demorou um ano e meio em assumir que realmente queria engordar e nesta hora eu sou mais sexy do que nunca”, alega. “Algumas das sessões mais masculinos são em público, por causa de você deve disfarçar a excitação. Em típico, pode-se soltar e combinar o sexo com a comida.

eu Gosto unindo o prazer sexual com o ato de comer. Se, como eu gosto de obter uma recompensa em troca. Se não o fizer, eu amo que me dêem um castigo por não comer como um porco”, anuncia um ‘feedee’ web ‘Munchies’. Em Portugal existe a internet ‘Portuguese Feeders”, que se define como um website “pra homens e mulheres muito gordos/as que querem ser mais gordos/as (‘feedes’) e seus admiradores, que ajudam a ser mais gordos/as (‘feeders’).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima