Pode Ler A Crónica Completa Aqui 2

Pode Ler A Crónica Completa Aqui

Obrigado por ter seguido com a gente a quarta jornada de protestos de ‘coletes amarelos’ na França. Pode ler a crónica completa por aqui. Mas continuam os confrontos com a Polícia, a tendência é clara: há mais presos -673 só em Paris-, menos feridos -55-, de acordo com os números oficiais, informa Iñaki Gil. Os protestos dos ‘coletes amarelos’ franceses se estendem a algumas regiões da Europa. Uma dúzia de blindados da Polícia atravessam as barricadas montadas com peças de mobiliário urbano de queimadura.

É a primeira vez em mais de 40 anos que estes carros são utilizados em Paris. Macron tem que ouvir-nos e deixar de se acobertar, como uma avestruz”, reconhece Adrien, um jovem de vinte e sete anos em situação de desemprego. “O movimento dos ‘coletes amarelos’ vai durar, perdurar até que cedam. Se há inexistência poderá durar um ano.

  • Um A. Google Analytics
  • Excluir o paradigma Infraesbozo (poderia ser estrada CdB?)
  • Estabelecimento dos objetivos e estratégias a serem seguidas no planejamento da nota online
  • Há transparente o processo educativo
  • 1 Perdas e abusos aos direitos humanos 13.1.Um Violência contra a população LGBT
  • 4 Harmonizando emoção e raciocínio
  • vinte e nove morteiros de 81 mm de calibre

É a primeira vez que me manifesto. Trata-Se de um movimento social sem suporte e sem líder, arrumado de lado a lado das redes sociais. Mantém o pulso com o Governo, apesar das concessões feitas pelo presidente. O Executivo foi mostrado 89.000 policiais e gendarmes por todo a nação, 8.000 apenas pela capital. Na imagem, policiais executam guarda perto dos Campos Elísios.

As forças da ordem são interrogados 481 pessoas em Paris pra evitar imprevistos violentos, segundo indicou o primeiro-ministro, Édouard Philippe. E 211 ficaram perante custódia pela delegacia de polícia. A polícia foi aprisionado em grupos susceptíveis de protagonizar actos de selvajaria, ou por ter objetos que possam ser utilizados para este encerramento.

O serviço militar foi eliminado em 2006; desde pois é considerado um exército profissional, semelhante a outros estados europeus. Em 2015, o gasto militar, o que era 1,06% do PIB. O ingresso da Macedónia do Norte, a OTAN está condicionado à resolução da briga a respeito do nome do estado.

Entre tal, participou em diversos programas de manutenção da paz com a própria OTAN, as Forças Armadas da Europa e da Parceria pra Paz. O exército enviou soldados da Força Internacional de Assistência pra Segurança (ISAF), o EUFOR Althea, a POLÍTICA, a competição do Afeganistão e a competição do Iraque. A grau administrativo, Macedônia do Norte é composta por 80 municípios (em macedónio: општини, opštini), divididos por sua vez em urbanos e rurais. O novo sistema entrou em validade em 2004. Cada município tem um governo lugar, uma capital e um prefeito eleito por sufrágio universal, cujas competências são instituídas por lei.

Rate this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima