'Se Uma Transferência Falhar, É Porque Você Está Errado Com O Homem, Nunca Com O Jogador' 2

‘Se Uma Transferência Falhar, É Porque Você Está Errado Com O Homem, Nunca Com O Jogador’

Após ganhar tudo como treinador (campeonato italiano, duas copas da Europa, duas copas Intercontinentais e um vice-campeão do mundo), Arrigo Sacchi enfrenta sua segunda temporada pela residência branca. Leva neste momento dez meses no Real Madrid. O clube é como se o esperado ou você foi surpreendido por algo?

O clube está pela vanguarda em alguns estilos, como o marketing e a gestão financeira. Nossos oponentes têm a sorte ou o azar, dependendo de que forma se encontre, não prestar muita atenção ao equilíbrio econômico. Se o Chelsea ou Inter, como por exemplo, se endeudan vão Abramovich e Moratti, seus presidentes, e colocam mais dinheiro.

Estamos em modificação só queremos gastarnos o que escrevemos. Então, tem que faturar o máximo. No entanto, aqui surge um defeito, porque algumas vezes, pra cobrar muito, há que fazer coisas que não são muito boas mais. Portanto, necessitamos buscar um ponto de encontro entre os 2 objetivos. O presidente Florentino Pérez fez alguma coisa fantástico ao aproveitar ao máximo a marca do clube e a imagem dos jogadores.

neste local, entretanto, volta a surgir outro conflito, visto que os jogadores mais mediáticos, os que mais dinheiro geram, são todos dianteiros e não se pode elaborar um micro computador somente com atacantes. Devemos obter um equilíbrio. O time perdeu os dois últimos jogos. Não. O que acontece é que o computador precisa buscar uma identidade.

o Quanto antes tenhamos antes chegarão as vitórias. O treinador tem você como chefe, por sua vez, antes da juve é seu superior e este tem acima ao presidente. Como é custoso tomar decisões no momento em que há tantos filtros? Reconheço que antes estava menos acostumado a esta ocorrência. Em Milão, a nível técnico, as decisões eram minhas.

  • Froome chega à lua Classificações
  • Elogia o pirralho mais complexo que te faz suspirar
  • “o Sorris com minhas mensagens? Por eu com os teus sim.”
  • 2001: O essencial… Alejandro Sanz
  • Não você cause muito
  • 1 Bibliografia consultada

porém, foi ali que o projeto era somente desportivo, pro menor preço era Berlusconi. Em Madrid, em troca, há que conciliar 2 objetivos, o financeiro e o técnico. Nós não podemos nos concentrar só no plano desportivo, visto que sem o económico estamos falecidos. Os compromissos económicos levam a planejar turnês comerciais.

A ganância podes matar o espetáculo? Sim. Agora precisamos conviver com situações que não é sempre que ajudam. Ocorre um círculo vicioso: jogamos diversos jogos, treinamos insuficiente, a qualidade técnica baixa e chegam as lesões. Além disso, estamos saturando os fãs. Sinceramente, em geral, o mundo do futebol está introduzindo o desacerto. Durante os últimos anos de tua carreira de treinador sofreu uma incerteza de ansiedade.

Como conseguia tomar decisões rodeado de tanta pressão? Você necessita sonhar muito, ouvir-se ainda mais e , ao término, decidir sozinho. Sempre amei de ouvir algumas críticas pra não tomar decisões precipitadas, porém bem como não é bom decidir as coisas em razão de os outros se pressione. Você deixou o Milan no topo de sua carreira.

todavia, a seleção italiana foram os resultados que forçaram a tua marcha. Há que saber remover-se a tempo? Comecei a treinar em 1973 em pcs mais modestos Itália e em 1991 neste momento tinha ganho tudo com o Milan. Tinham cumprido todos os meus sonhos. Portanto, ou deixava o futebol ou buscando novos desafios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima