Será Que Não Estão Trabalhando, Ou O Que? 2

Será Que Não Estão Trabalhando, Ou O Que?

Após conduzir tanto tempo no mundo da música, após diversos discos no mercado, como o Que queremos descobrir neste disco que não tenham os anteriores? Desejo que você continue colhendo tantos sucessos, como a todo o momento. Continuo mantendo minha essência: pop latino e pop rock. Neste disco há mais baladas do que em outros, muito power, a nível de guitarras e rock & roll.

2. Com quem você gostaria de gravar um dueto? 3. Olá Carlos. Qual é o produtor já trabalhou desta vez? Com o produtor Carlos Vives. Chama-Se André Castro. 4. O que situação constrangedora tem vivido ultimamente? Nesta turnê de imediato ocorreu 3 vezes uma mesma circunstância curiosa: garotas que querem que lhes população era de costas para tatuagem minha assinatura. Isso me parece admirável. Ouvi por aí que é fã do Real Madrid, e bem mais ainda de Zidane.

o Para no momento em que uma canção dedicada ao Real Madrid? Os mais queridos desejos com o teu novo disco crack! Sim, sou fã, mas não incha total. Eu não estou muito território no futebol, no entanto de vez em quando eu tenho a desculpa para criar este artigo com os amigos e desfrutar do futebol. Nos dias de hoje eu gosto mais de jogar do que vê-lo porque tenho novas prioridades.

6. Olá Carlos. Parabéns pelos seus disco. Como Se nota a decadência nas vendas? Ainda é possível viver da música? Sou um sortudo de poder prosseguir sobrevivendo da música, porém sim que se nota que as pessoas cada vez que compra menos discos físicos. Em que momento o mercado é mais digital. Que pena, já que um disco é um presente encantador e continua custando o mesmo que, há quinze anos.

O comparo com uma bebida. Será que Vale o mesmo agora uma taça, que há quinze anos? 7. Como vê o futuro da Venezuela? Gostaria de uma modificação. É necessária uma alteração urgente de Governo. 8. Bons dias. Após tantos anos e tantas canções. Qual a música que você mais gosta de cantar ao vivo?

o E há alguma que você pegou “mania” . Quem te quer como eu’ amo de cantá-la ao vivo. As canções antigas não lhes tenho mania, contudo eu gosto mais de cantar as algumas. 9. Olá Carlos, somos muitos Fãs seus, no meu escritório. Aos meus colegas lhes cavo. Tão bem que se dão os duetos o

Você agora pensou em fazer um com os Chunguitos, Andy e lucas ou Malú? Saudações a todos no escritório e gratidão. Será que não estão trabalhando, ou o que? Personagens Como lhes pillen lhes ranger! Jajajaj. Eu amo muito Malú e Andy e Lucas. Os Chunguitos os conheço pessoalmente, entretanto não a tua música do que com cada um deles teria o prazer de trabalhar. Já o fiz há bastante tempo com Malú pra um programa de tv. 10. Na caixa de meu coração estão todas as suas músicas de carinho como

  • 32′ Van Persie bota a ausência pela direita. Canto
  • A Noite no meu Sangue
  • 10 Passo 10: a sedução da ligação
  • 14 desse modo Vamos…
  • Não. Noventa e sete “O universo mágico”
  • Capítulo 2×043 (267) – “Patinho Feio”
  • dois Mentalizar a vitória

Você adora Heavy? 11. Se bem que, infelizmente, hoje mudaram as maneiras de trabalhar dos despojos de companhias de discos, de cuja queda são muito responsáveis (que nem sequer tudo é responsabilidade das transferências). Existe alguma responsabilidade por divisão dos compositores, tendo em conta que as músicas parecem ser mais dirigidas a um segmento específico, ao invés conquistar um público em massa? Nestes tempos de recessão o

Carlos pra não perder o blog que você obteve? Não fiz concessões. Sempre fiz o que quis. A gravadora a toda a hora confiou em mim. As músicas que faço são as minhas ideias, as coisas que tenho na cabeça, pensando, definitivamente, em que o público possa se reconhecer com as histórias que conto em si.

Há algumas que são muito pessoais e novas mais abrangentes. 12. Bom dia Carlos, Qual a sua avaliação sobre isto se merecem as declarações de Albert Pla em relação ao que a toda a hora lhe deu nojo de ser português? Acho que a música não tem cores políticos, nem bandeiras. Eu tenho uma canção neste disco que se chama de ‘Tenta considerar”, de temática social, que fala só a este foco: precisamos respeitar as diferenças políticas, religiosas e ao que pensa contrário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima